HOME HEADER USIMINAS ALTO FORNO 3

TCU aprova concessão da 381 e leilão deve ser realizado até novembro

Agora, ao que tudo indica, finalmente a concessão para a iniciativa privada da BR 381 Norte, entre Belo Horizonte, Vale do Aço e Governador Valadares finalmente deverá sair do papel. Nesta semana, o TCU (Tribunal de Contas da União) aprovou a continuidade do processo que se seguir os trâmites determinados pelo tribunal poderá ser concluído em novembro, com a realização do leilão, cujo edital deve ser divulgado agora em julho. O projeto da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) prevê o investimento de R$ 5,5 bilhões pela inciativa privada em intervenções como duplicação das faixas de tráfego, além da construção de túneis e passarelas.

Com pista simples em sua maior parte, o trecho da 381 tem 500 curvas, sendo 200 delas concentradas nos 100 quilômetros entre a capital mineira e João Monlevade. De acordo com relatórios do Ministério dos Transportes, a obra é considerada complexa. Os custos para financiamento virão de cinco pedágios, instalados em Caeté, João Monlevade, Jaguaraçu, Belo Oriente e Valadares. O vencedor terá que operar a rodovia, fazer a manutenção e custear melhorias – entre elas, a duplicação da via. O prazo de concessão é de 30 anos, prorrogáveis por mais cinco anos.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM