HOME HEADER USIMINAS ALTO FORNO 3

Polícia Civil desarticula ações do comando vermelho no Vale do Aço

Em uma operação realizada esta semana pela Polícia Civil em Ipatinga conseguiu desarticular as ações do comando vermelho no Vale do Aço.  Denominado Operação Rede House (Casa Vermelha em inglês), ela envolveu mais de 60 agentes, que juntos cumpriram 12 mandados de busca e apreensão e efetuaram cinco prisões.

De acordo com os delegados Gilmaro Alves, chefe do 12º Departamento Regional de Polícia Civil, Thiago Alves (delegado regional) e Thalita Martins, a organização criminosa agiu através de uma sede no Bethânia e era ligada ao Comando Vermelho. O grupo era responsável pelo fornecimento de substâncias entorpecentes na região, além de roubos e homicídios. Ao término das investigações, um total de 31 pessoas foram indiciadas, das quais 11 estão atualmente presas, sendo a investigação se desdobrou em três inquéritos policiais.

Segundo os delegados a versão ipatinguense do Comando Vermelho agia em quatro diferentes “frentes”, era uma liderada por um chefe que eram responsáveis por uma série de “negócios”

Ligados ao tráfico de drogas nas regiões do Morro Cruzeiro, area da feira no ponto final do transporte coletivo.  Os lucros obtidos eram divididos entre partes, sendo a principal delas era destinada ao Rio de Janeiro, onde era usada para abastecimento de drogas e armamentos

Além do tráfico, a quadrilha também era responsável por roubos na cidade e região. Os membros da organização possuíam regras rígidas e uma delas era destruir celulares durante abordagens policiais, visando encobrir as ações criminosas que eram postadas em um grupo de rede social.

O não cumprimento dessa regra era punida com assassinatos e torturas. Entre os homicídios praticados pelo grupo, destaca-se o caso de um adolescente de 16 anos, que foi sentenciado à morte pelo grupo após entregar seu telefone e revelar a senha aos policiais durante uma abordagem no bairro, numa ação denominada de “tribunal do crime”.

Esse brutal assassinato foi gravado pelos criminosos e circulou dentro do bando, servindo como exemplo para intimidar os membros a cumprirem fielmente as regras. Em diversas ocasiões, o grupo filmava suas atividades criminosas para enviar ao líder, como forma de demonstrar o cumprimento das ordens ou uma prestação de contas.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM