HOME HEADER USIMINAS ALTO FORNO 3

Defesa da causa animal ganhará novas ações em Ipatinga

A Prefeitura de Ipatinga deve iniciar esta semana uma série de estudos para implantar novas políticas de proteção, defesa e orientação sobre a causa animal na cidade. O compromisso foi firmado nesta sexta-feira, 1 de setembro, em uma reunião do prefeito Gustavo Nunes com representantes de duas importantes instituições protetoras que atuam na cidade há décadas.

As entidades trabalham em diferentes linhas de atuação. A Associação Para Proteção dos Animais (APPA) e a Arca da Fran estiveram representadas por suas presidentes, Genecy da Fonseca e Francélia Rangel, respectivamente.

Francélia abriga na própria casa mais de 100 cães abandonados pelos donos ou que se perderam e foram encontrados em espaços públicos, sem que ninguém reclamasse a propriedade. Já Genecy cuida de quase uma centena de cães e gatos na mesma condição.

Com apoio do líder comunitário Teú Almeida, as instituições entregaram ao prefeito vários pedidos de socorro, como uma ambulância canina para resgate de animais doentes ou feridos; melhorias no atendimento das equipes de zoonozes e novas campanhas de conscientização da causa animal.

Sensível à bandeira de proteção dos animais, o prefeito Gustavo Nunes determinou estudos técnicos por parte das secretarias de Saúde, Serviços Urbanos e Meio Ambiente e Planejamento. Nos próximos dias, uma nova reunião deverá ser realizada com os representantes das entidades.

O município já possui uma boa infraestrutura para cuidados com os animais, dispondo de equipes técnicas da zoonozes, vigilância sanitária e epidemiologia, mas reconhece que ainda precisa avançar mais, especialmente no diálogo com as instituições. “Já implantamos o Castramóvel, que vem tendo grande sucesso, mas precisamos avançar em outros temas, como abrigo, resgate, combate aos maus-tratos e a difusão de informações”, enumerou o chefe do Executivo.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM