HOME HEADER USIMINAS ALTO FORNO 3

Projeto Parque de Histórias já impactou mais de 3 mil pessoas

Transmitir cultura, socializar ouvintes, melhorar habilidades de escuta, inspirar curiosidade, favorecer a imaginação, aperfeiçoar a concentração e enriquecer o vocabulário. Esses são alguns dos benefícios da tradicional contação de histórias. E é por meio do projeto Parque de Histórias Contos Populares e Universais que a arte-educadora Flora Manga já reuniu mais de 3 mil pessoas em Ipatinga, Itatiaiuçu e Itaúna. A iniciativa conta com patrocínio da Usiminas e da Mineração Usiminas.

Em Ipatinga, a Escola Municipal Infantil Sete de Outubro recebeu o workshop de narração de histórias em junho e contemplou mais de 200 professores da rede pública municipal. Durante quatro horas, os educadores tiveram contato com conteúdos como “Origem e importância da literatura infantil”, “Contos de fadas, folclore e o universo infantil”, “Formação do imaginário por meio das histórias”, “Importância do patrimônio público”, “Técnicas de narração de histórias”, “Uso prático das histórias no processo de aprendizagem” e “Conte a sua história: oficina de narração de histórias”. Os participantes ainda terão acesso a mais 10 horas de conteúdo on-line e material de apoio com sugestões de aprofundamento e dicas de utilização das histórias como projeto pedagógico.

Outras seis escolas municipais em Ipatinga (Maria Rodrigues Barnabé, João Amparo Damasceno, Everson Magalhães de Souza, Henrique de Freitas Badaró, Lucinda Fernandes Madeira e Padre Cícero de Castro) foram contempladas com os espetáculos de narração de histórias. Ao todo, cerca de 1.500 crianças se encantaram com cenários mágicos, sonoplastia, objetos cênicos, técnicas circenses e o contorcionismo da personagem Flora Manga.

Itatiaiuçu
Em Itatiaiuçu, o projeto Parque de Histórias Contos Populares e Universais também contemplou professores e alunos da rede pública municipal. Em maio, as escolas municipais Dona Balbina Antunes Penido, José Antônio Ferreira e Arminda Evangelista Ferreira receberam os espetáculos de contação de histórias, beneficiando cerca de 1.200 estudantes.

E não parou por aí. Em junho, o Projeto Parque de Histórias retornou ao município para ministrar workshops de contação de histórias para professores e nova rodada de espetáculos nas escolas.

O projeto Parque de Histórias ainda promoveu a distribuição de 730 livros “João mata sete”, de autoria da atriz Raquel Vieira, que é a Flora Manga, e André Vieira, ilustrado por Renato Alarcão.

Itaúna
A contação de história do Projeto Parque de Histórias também encantou o município de Itaúna. O auditório da Prefeitura Municipal recebeu a contadora de histórias Flora Manga com a palestra show “O poder das histórias” e contemplou 100 educadores.

Quem é Flora Manga
Flora Manga é storyteller, arte-educadora e produtora cultural. Ministra cursos de formação e oficinas para educadores com foco no poder das histórias. Idealizou e coordenou diversos projetos de educação patrimonial tendo como elemento central as histórias populares, folclore e clássicos da literatura universal. É apresentadora do programa de TV e canal no Youtube “A Fantástica Loja de Histórias da Flora Manga”, uma referência para pais e professores.

O Projeto Parque de Histórias Contos Populares e Universais Pronac é patrocinado pela Usiminas e pela Mineração Usiminas. Ele foi concebido e é realizado por Raquel de Souza Vieira, a Flora Manga.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM