Taxa de alfabetização de Ipatinga é considerada acima da média

 Segundo dados do IBGE, maioria da população sabe ler e escrever

Com um índice de 96,4%, a cidade de Ipatinga pode ser considerada uma das mais alfabetizadas do país. O dado, computado pelo IBGE, mostrou que o valor aferido está acima das médias estadual e nacional.

Na cidade-polo do Vale do Aço, 180,5 mil moradores com idade igual ou superior a 15 anos que sabem ler e escrever, para uma população de 227,7 mil pessoas (Censo de 2010). Segundo ainda o IBGE, a média nacional hoje é de 93% e de Minas Gerais, 94%.

Ipatinga tem uma rede municipal de ensino com aproximadamente 24 mil alunos matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Para ser considerada alfabetizada, a pessoa deve sabe ler e escrever pelo menos um bilhete simples ou uma lista de compras, no idioma que conhece, independentemente de estar ou não frequentando escola ou de ter concluído períodos letivos.

Também foram considerados pelos recenseadores os indivíduos que tinham essa habilidade, mas se tornaram fisicamente ou mentalmente incapacitados para a leitura ou escrita, além de pessoas com problemas visuais que utilizam o Sistema Braille.

O prefeito Gustavo Nunes atribui o bom desempenho de Ipatinga à gestão educacional do governo municipal. Ele destacou o orgulho de estar entre as principais cidades do Colar Metropolitano e a satisfação de ver os esforços refletidos em melhorias significativas para a população, indicando um desenvolvimento positivo nas áreas essenciais.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM