HOME HEADER USIMINAS ALTO FORNO 3

Ipatinga segue com trabalhos ininterruptos para combater danos de temporais

Pelo menos 30 dias. Esse deve ser o período ainda a ser gasto para deixar o perímetro urbano de Ipatinga em ordem depois do caos causado pelas chuvas que marcaram o final de 2023 e início de 2024. A estimativa é de que, mesmo com ações ininterruptas do pessoal mobilizado, com apoio de forte aparato de veículos e maquinário, além de diversas empresas e instituições parceiras para que, até o final de janeiro todas as regiões sejam atendidas.

De acordo com o secretário de Serviços Urbanos e Meio Ambiente, Reginaldo Soares, algumas equipes de trabalho cumprem jornadas de até 10 horas em longas tarefas para garantir o ir e vir dos moradores. Segundo Reginaldo, uma área de 21 quilômetros quadrados sofre com a queda de árvores, além do aumento expressivo do nível do ribeirão Ipanema e os afluentes. Nos quatro cantos da cidade tivemos sequelas, mas os moradores devem estar certos de que não vamos descansar até que todas as ocorrências sejam atendidas. “Sabemos dos problemas e queremos solucioná-los o mais breve possível”, assinalou.

Segundo o prefeito Gustavo Nunes, com o tempo ainda instável e previsão de novas chuvas com altos níveis de precipitação para os próximos dias, um grande efetivo está focado em intervenções de proteção de moradias, correções em obras que estão em andamento, remoção de telhados deslocados e destruídos, limpeza de ruas e estradas invadidas por quedas de barrancos e lamas, desobstrução de vias onde se registraram quedas de árvores e, ainda, intensificação da retirada de lixos e entulhos que com as enxurradas e inundações se precipitaram pelas bocas de lobo ou comprometeram a vazão de galerias.

A força-tarefa da Defesa Civil conta com membros da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Cemig, Infrater e secretarias de Obras, e Segurança e Convivência Cidadã.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM