HEADER HOME – TERNIUM STJ

Em estado de greve, metalúrgicos negociam acordo com Açominas

Os metalúrgicos da Gerdau Ouro Branco (antiga Açominas) estão em ‘estado de greve’  desde a última terça-feira (8), em protesto contra, segundo afirma o Sindicato dos Metalúrgicos de Ouro Branco e Base (Sindiob), a “indisposição da empresa em negociar a pauta apresentada pela entidade”. O impasse entretanto, pode acabar antes do final de semana, uma vez que uma reunião marcada para esta quinta-feira entre a empresa e o sindicato serviria para discutir novamente as propostas apresentadas.

Segundo o secretário geral do Sindiob, Adão Natal de Andrade, a empresa aceitou os itens sociais da pauta, mas o maior impasse estaria em dois itens: o abono salarial  e a compensação do banco de horas. No primeiro, a divergência é quanto valor da gratificação extra, tradicionalmente paga todos no segundo semestre. O sindicato solicitou R$ 3 mil enquanto a Açominas estaria oferecendo “apenas” R$ 1 mil.

Quanto ao banco de horas, considerado o principal impasse da negociação, atualmente, segundo Andrade, quando o funcionário ‘faz hora extra’, o prazo para compensação – com a devida folga – é de três meses, findo os quais, se ela não tiver sido concedida, as horas à mais trabalhadas são pagas em dinheiro.  “A Gerdau insiste em estender este prazo de compensação para até seis meses, quando só então os valores devidos, seriam pagos, proposta rejeitada pelos trabalhadores”, explicou.

Procurada pela reportagem do Portal Negócios Já, a Gerdau enviou uma nota, com sua posição sobre o impasse. O texto, em sua íntegra, segue abaixo:

A Gerdau confirma que está em processo de negociação com o sindicato local sobre acordo coletivo do ano vigente. A Empresa reitera que seu objetivo é preservar as condições justas de trabalho e remuneração, levando em consideração o atual cenário econômico nacional e os desafios da indústria do aço. A Gerdau reafirma ainda que o seu relacionamento com as entidades sindicais se pauta pelo diálogo aberto e transparente.”

Nova negociação

Na tarde desta quinta-feira, numa reunião entre a direção da empresa, representada pelo departamento de RH e diretoria da Sindiob, uma nova proposta seria apresentada pela Gerdau. O encontro foi confirmado pelo secretário geral do sindicato, Adão Andrade, que disse ainda que após o fim das conversações, uma assembleia seria realizada para discussão e votação do que fosse oferecido pela siderúrgica.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM