HEADER HOME – TERNIUM STJ

Programa prevê investimentos de R$ 38 milhões na gastronomia

Construído em parceria com chefs de cozinha, produtores, agricultores, donos de restaurante e todos os agentes do setor, o governo estadual prevê investimentos de R$ 37,9 milhões em 55 iniciativas de valorização da gastronomia em Minas Gerais, criando um eixo estrutural de apoio e cooperação entre as esferas pública e privada do setor. A grande novidade é que os diversos sabores e modos de fazer que compõem a gastronomia mineira, “marca de nossa gente”, passam, agora, à condição de Política de Estado.

“É justamente essa marca de origem que o plano quer ver, cada vez mais, ganhar o mundo, por sua autenticidade, singularidade e tradição. Seja o queijo minas artesanal, cujo sabor característico só existe aqui, seja o vinho só possível porque o terroir mineiro lhe conferiu aquele sabor, seja o café do Sul, do Cerrado, da Mantiqueira ou das Matas”, destacou Fernando Pimentel, no lançamento do plano.

Uma das principais iniciativas do programa é o edital de incentivo à indústria criativa, lançado em agosto de 2015 pela Codemge. Em 2016, o Governo do Estado apoiou 23 eventos gastronômicos em 20 municípios, movimentando a economia de 12 dos 17 territórios de desenvolvimento de Minas Gerais.

A Mineiraria – Casa da Gastronomia Mineira, no bairro Santo Agostinho, região Centro-Sul de Belo Horizonte, inaugurada em julho deste ano, estampará todas as iniciativas ligadas ao plano.

O espaço, que está em processo de licitação pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), para escolher a empresa que vai realizar a estruturação e administração ocupação da Mineiraria,  será usado para valorizar e fomentar a culinária do estado.

LEIA TAMBÉM

AG – PILOTO – HOME E SIDEBAR – 300×250

LEIA TAMBÉM